Central de Atendimento: (31) 3289.7400 Segunda à sexta-feira, 7h às 19h
Sábado, 7h às 13h

Notícias

home / noticias

SAIBA SOBRE SEU EXAME!



ANGIOTOMOGRAFIA DAS ARTÉRIAS CORONÁRIAS
A Angiotomografia das Artérias Coronárias, como subentendido no próprio nome do exame, trata-se de um procedimento que faz uso da tomografia para se obter imagens acentuáveis das artérias coronárias (Angio). Para tal proposta é necessário o emprego de equipamentos que assegurem a obtenção de cortes tomográficos finos ou em outras palavras, imagens de alta resolução do vaso coronariano após administração venosa de uma dose de contraste. O exame é de curta duração, indolor e normalmente bem tolerado.
Recentemente o ECOAR adquiriu um Tomógrafo com recursos especiais para esta finalidade diagnóstica, distinguido por proporcionar 128 cortes de detecção das artérias coronárias, uma exposição significativamente menor de doses de radiação, maior rapidez de processamento e com a singularidade de se poder avaliar pacientes com até 205 kg de peso.


DENSITOMETRIA ÓSSEA
A Densitometria Óssea é um exame que se propõe reconhecer a redução da densidade mineral e de alterações estruturais do tecido ósseo, elegendo-se assim, como uma propedêutica muito útil na avaliação diagnóstica de suspeita de osteoporose. O procedimento não utiliza contraste, é rápido, confortável e envolve quantidades mínimas de radiação. Suas principais pretensões diagnósticas são de quantificar a massa óssea e de abordar o grau de risco para fraturas relacionadas a um processo de osteoporose.


DUPLEX SCAN VASCULAR
Uma das evoluções diagnósticas aplicativas do ultrassom no início dos anos 80 foi a sua aplicação para a avaliação dos vasos, tanto venosos quanto arteriais, de alguns sistemas do corpo, inicialmente periféricos e superficiais e a seguir em planos profundos. A excelência diagnóstica obtida na abordagem da anatomia do vaso e da produção de circulação de sangue consolidou o método, paralelamente ao grande avanço de tecnologias ultrassônicas, como um método de excelência para o diagnóstico de inúmeras patologias e disfunções vasculares.
O exame é indolor, confortável, não exige preparo especial e nem administração de contraste, além de não possuir contraindicações.


ELETROCARDIOGRAMA
É um dos exames mais simples, básicos e preliminares, para se avaliar o coração. Basicamente informa o desempenho e status anatômicos indiretos do coração através do registro da atividade elétrica desse órgão captados por eletrodos especiais instalados no tórax, braços e pernas. Trata-se de um exame rápido e que não exige nenhum preparo.


ECOCARDIOGRAMA E DOPPLER
O Ecocardiograma e Doopler transtorácico, cujo princípio básico é o ultrassom, hoje é considerado um dos pilares diagnósticos preliminares na avaliação das doenças cardiovasculares. Com uma evolução rápida sustentada por avanços tecnológicos extraordinários e sua aplicação clínica crescente desde o início da década de 70, o método possibilita a obtenção de informações sobre a anatomia e função do coração, vasos e fluxo sanguíneo, que se asseguram particularmente valiosos em inúmeras doenças. Sua modalidade transtorácica, a mais simples e também a corriqueiramente mais solicitada, é um exame de curta duração e indolor, enquanto que apresenta algumas características especiais quanto as suas outras modalidades como a transesofágica, estresse, intraoperatória e de contraste. Além de indicações médicas definidas possuem algumas características especiais, envolvendo protocolos de preparos.


HOLTER (24h e Eventos / Loop)
O Holter é um exame, cujo princípio é o mesmo que o do eletrocardiograma, ou seja, a avaliação da atividade elétrica do coração realizada por um período bem mais longo, geralmente de 24 horas, e cuja proposta básica é a de analisar o comportamento dos batimentos cardíacos, o que para tal são instalados eletrodos especiais no tórax, os quais são conectados a um gravador, que por sua vez coleta o registro da atividade elétrica do coração no período pré-definido.


MAMOGRAFIA DIGITAL
A Mamografia é um procedimento diagnóstico que utiliza baixas doses de raios x, dispensando a necessidade de contraste. Seu objetivo é a avaliação anatômica ou morfológica da mama e tecidos adjacentes, e que hoje em dia tem como foco diagnóstico principal a detecção precoce de alterações desta glândula associadas a suspeita de câncer da mama. O protocolo do exame requer uma compressão das mamas normalmente bem tolerável. Trata-se de um exame rápido e indispensável como check-up da saúde da mulher, principalmente a partir dos 40 anos de idade.


M.A.P.A (Pressão Arterial)
O M.A.P.A, monitorização ambulatorial da pressão arterial, é um exame que avalia o comportamento da pressão arterial durante um intervalo de aproximadamente 24 horas, o que implica um registro da variação de pressão durante as horas de vigília (paciente acordado) e do sono (paciente dormindo). Para esta finalidade é instalado um gravador especial de pressão no braço do paciente, o qual sob programação promove a leitura e registro dos níveis tensionais da circulação a cada 20 ou 30 minutos, enquanto o paciente conduz seus afazeres de rotina. Com esta leitura prolongada sob atividades variadas de rotina do paciente torna-se possível firmar corretamente o diagnóstico de hipertensão arterial, bem como avaliar a resposta terapêutica e com tratamento prescrito para controlar a pressão arterial.


MEDICINA NUCLEAR (Cintilografia)
A Medicina Nuclear é uma especialidade médica que emprega radiofármacos ao invés de contrastes, com finalidade diagnóstica e terapêutica. Habitualmente os materiais radioativos administrados, via venosa, ao paciente apresentam distribuição para determinados órgãos ou tipos celulares. Esta distribuição é útil na avaliação funcional desses órgãos, como o coração, pulmões, tireóides e paratireóides, trato gastro intestinal, rins, esqueleto, cérebro, linfonodos, entre muitos outros. Nas aplicações diagnósticas, a distribuição do radiofármaco no corpo do paciente é conhecida a partir de imagens geradas em um equipamento denominado câmara cintilográfica. A maior ou menor captação dos compostos permite avaliar a função dos tecidos, diferentemente da maioria dos métodos radiológicos que dão maior ênfase na avaliação anatômica dos órgãos. A avaliação funcional realizada pela Medicina Nuclear traz, muitas vezes, informações diagnósticas de forma precoce em diferentes patologias. O exame requer preparo, o qual varia segundo a finalidade diagnóstica que se almeja.


PLETISMOGRAFIA A AR
A Pletismografia a AR é um método de diagnóstico não invasivo com o objetivo principal de medir quantitativamente, em milímetros e de forma direta, as variações de volume de um membro. Permite realizar estudo funcional para medir a grau de Insuficiência venosa crônica dos membros inferiores provocada por varizes e pela síndrome pós-trombótica fornecendo dados para uma análise da hemodinâmica da circulação venosa, incluindo a quantificação do volume, do refluxo e/ou grau venoso de obstrução, além da capacidade de ejeção da bomba muscular da panturrilha.


RESSONâNCIA MAGNÉTICA
A Ressonância Magnética é um método de imagem que permite adequada visibilização das estruturas anatômicas do corpo humano, em geral com maior resolução que outros exames. Seu funcionamento baseia-se na aquisição de imagens dos órgãos através de campos magnéticos e ondas de radiofrequência empregando-se aparelhos de alto campo. Forma-se possível as de vários sistemas e avaliações morfológicas incluindo músculo-esquelético, neuroeixo e abdominopélvica, além de avaliação funcional como espectroscopia de prótons, estudo de difusão e perfusão.


TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA
Trata-se de exame radiológico que utiliza um feixe de raio X de fina espessura, para a aquisição de imagens tomográficas, que após processamento em computadores especiais, permitem a visibilização das estruturas anatômicas do corpo humano com alta resolução. Um dos grandes avanços da engenharia biomédica de tomografias encontra-se instalados no ECOAR, o qual permite através dos sinais múltiplos do equipamento a realização de até 128 imagens por segundo, com aquisições em curto espaço de tempo com possibilidade de reconstruções tridimensionais e que também possibilita realizar tomografia em pacientes com até 205 kg, além de irradiar o paciente com uma menor dosagem de raio X. Equipamentos do ECOAR é a possibilidade de realização de exames avançados, como o colonoscopia virtual (colonografia por tomografia computadorizada), angiotomografias e enterografias.


TESTE ERGOMÉTRICO
O Teste Ergométrico é, em outras palavras, uma análise eletrocardiográfica (ECG) ao esforço.
O exame é realizado em esteira ergométrica, sendo o tempo de esforço na esteira de duração variável em geral, entre 8 a 12 minutos, exceto em atletas, o qual pode prolongar por muito mais tempo. Visto que a quantidade de esforço varia de acordo com o condicionamento físico de cada paciente. Inúmeras são suas indicações, quanto à avaliação de fatores de risco cardíacos, doenças cardiovasculares já estabelecidas, e ou resposta a tratamentos estabelecidos.


ULTRASSON GERAL E DOPPLER E ULTRASSOM GINECOLÓGICO
AUltrassonografia é uma modalidade de exame bastante difundida como método de primeira escolha na investigação de diversas condições clínicas. É um exame de fácil execução e que não emite radiação ionizante podendo ser feito em todos os tipos de pacientes.
No Ecoar são realizados exames nas áreas de Medicina Interna, Ginecologia e Obstetrícia e Músculo-Esquelético cada uma contando com equipe médica especializada e qualificada. O Ultrassom Geral e Doppler e Ultra Ginecológico, ou simplesmente Ultrassom Geral e Ultraginecológico são exames simples, sem irradiação e que se presume à avaliações morfológicas e funcionais de vários órgãos de diferentes sistemas. Dependendo do exame específico, da finalidade diagnóstica, pode ou não exigir algum preparo. De um modo geral, são exames de curta duração e particularmente confortáveis.